Ansiedade de Separação na Infância

As crianças com Ansiedade de Separação podem ser incapazes de permanecer em um quarto
sozinho, podem exibir um comportamento muito adesivo à pessoa de forte vínculo afetivo
(normalmente a mãe), costumam andar juntos como uma sombra atrás dos pais, não só fora
do lar como até por toda a própria casa e sofrem muito diante da possibilidade de ficarem
separadas.
Sintomas de ansiedade são relativamente comuns em crianças e adolescentes, e a ansiedade
patológica, incluindo o Transtorno de Separação na Infância é um problema clínico frequente
nesta faixa etária. Por estas razões, todos os profissionais que lidam com crianças e
adolescentes devem estar conscientizados sobre as possíveis manifestações de ansiedade
nesta faixa etária. 
Esse apelo é especialmente dirigido aos pediatras, inegavelmente os primeiros a tomarem
contato com a criança ansiosa e, infelizmente, os maiores responsáveis pelo não tratamento
da ansiedade nesses pacientes. Exceto alguma coisa do tipo maracujá, dificilmente são capazes
(normalmente por  ignorarem) de recomendar o tratamento correto.
O problema fica mais grave na medida em que as famílias jamais contestam a conduta do
pediatra de seus filhos e, quando eles acham que criança não deve tomar nenhum
medicamento psiquiátrico, o assunto está definitivamente encerrado.
As diretrizes a seguir podem auxiliar os pediatras  ou médico da família médicos a determinar
se há justificativa para um encaminhamento para serviço de saúde mental:
1. A criança apresenta sintomas que excedem o que seria esperado no desenvolvimento.
2. A ansiedade cria comprometimento significativo em alguma área das funções da criança.
3. Os sintomas de ansiedade persistem por um tempo inadequado.

Os transtornos ansiosos podem ser debilitantes para crianças e adolescentes e estressantes
para as famílias, podem comprometer significativamente o desenvolvimento e o equilíbrio
emocional. Por isso, o tratamento rápido e apropriado pode ser efetivo em aliviar os sintomas
e ajudar o jovem a retornar à função normal.

Psicologia Infantil

Em geral, o atendimento infantil busca ajudar na solução de problemas de relacionamento social, timidez, aprendizagem, agressividade ou hiperatividade. Para o sucesso da terapia, é fundamental a participação dos pais ou responsáveis.

Terapia de Casal

A terapia de casal foca no relacionamento conjugal e tem como objetivo a melhoria do relacionamento. Nesses casos, o principal papel do psicólogo é identificar as causas que levaram ao desgaste do relacionamento, e usando sua imparcialidade, construir o entendimento a partir das demandas do casal.

Testes Psicológicos e Neurologicos

Realizamos os principais Testes Psicológicos e NeuroPsicológicos (desde a Orientação Profissional e Teste de Personalidade, até os Testes Cognitivos, de TDAH e os testes Neuropsicológicos mais complexos).

Horário de atendimento: 

Horário de Atendimento:

De Segunda á Sexta das 08h ás 21h.

Endereço: Estrada do Galeão – N1035 – Sala 229

– Jardim Guanabara

Telefone para Contato: (21) 9 7647 – 8080

Horário de Atendimento: Segunda á Sexta das 08h ás 21h.

Endereço: Rua Sete de Setembro – N98 – Sala 908 – Próximo ao Largo da Carioca.

Telefone para contato: (21) 3386 – 6134

Consultório SoPsicologia – Todos os Direitos Reservados | Criado por Le Imagine

× Como posso te ajudar?